Blog Mentores

Blog Mentores Blog Mentores

blog blog
Pesquisa

Links patrocinados: como funcionam?

Você já ouviu falar em links patrocinados? Sabe quando você faz uma busca e o Google mostra nas primeiras posições links escritos “anúncio“? Ou quando aparece uma publicação no Facebook ou Instagram de uma página que você não seguiu? 

O objetivo é atrair clientes e aumentar as taxas de conversões nos sites e publicações, e assim, ter mais visualizações e vendas.

Diferente das técnicas de SEO, que também são utilizadas para mais tráfego no site, os links patrocinados geram visibilidade a curto prazo, ou seja, o público é alcançado de forma mais rápida, enquanto SEO é médio a longo prazo por meio de resultados orgânicos.

Confira a seguir as plataformas mais utilizadas atualmente e aumente seus resultados!

 

Anúncios do Google

A plataforma Google AdWords faz a divulgação das campanhas através de resposta direta que é o uso das palavras-chave ou com campanhas de branding que são as campanhas de display.

Com as campanhas de display, através de segmentação, o anúncio pode ser visto não só nas pesquisas do Google como para aqueles que estão navegando dentro de outros sites parceiros. Esses anúncios são feitos com peças gráficas.

Já nas campanhas de search ou resposta direta, são utilizadas na hora de configurar, palavras-chave relacionadas ao conteúdo que o site ou blog apresenta. É muito importante saber escolher com cautela as keywords para que o texto ou produto seja encontrado com mais facilidade. Lembrando que quando é feito uma busca no Google, o mesmo procura sites que tenham aplicado às palavras selecionadas na pesquisa.

Se o objetivo for impactar novamente os visitantes do site, esse é um trabalho de remarketing. Por exemplo, uma pessoa entrou em um determinado site, mas não comprou nada. É possível alcançá-la mais uma vez e ter a chance de uma venda.

 

Anúncios no Facebook e Instagram

O Facebook e o Instagram também desenvolveram uma ferramenta para patrocinar rapidamente postagens.

Com o conteúdo pronto para ser lançado, é importante entender a persona a ser atingida para dar início a segmentação do público, além de definir que tipo de anúncio irá veicular. Ele pode ser um anúncio de venda ou apenas um conteúdo que você quer que as pessoas vejam.

Existe uma configuração bem extensa para segmentar o público, onde é escolhida a idade, a localização, as preferências do público, os concorrentes e também palavras-chave, entre outros.

 

Investimentos

Vamos falar de investimento?

Essa é uma das principais dúvidas dos clientes e o que muitos não sabem é que há maneiras bem flexíveis de investir em um anúncio. O usuário pode definir, por exemplo, o orçamento diário, tendo mais controle dos gastos e dos resultados.

Existem 4 formas de investir nos links patrocinados do Google. São elas:

CPC (Custo por clique): O anunciante paga por cada clique no link patrocinado;

CPM (Custo por mil impressões): O anunciante paga quando o link chega a mil impressões;

CPA (Custo por ação): O anunciante paga quando alguém executa uma ação no site;

CPV (Custo por visualização): O anunciante paga por cada pessoa que visualiza o anúncio.

A forma mais popular hoje no Google é o CPC, mas na hora da escolha depende do objetivo dos anúncios. No caso de Facebook e Instagram, são utilizados somente CPC e CPM.

O mais importante é acompanhar o anúncio e analisar seu desempenho. Se a campanha não estiver indo bem, existe a alternativa de pausá-la ou alterá-la para aumentar os resultados. Esteja sempre atento aos relatórios e acredite: se utilizados de forma correta os links patrocinados podem alavancar as vendas e fortalecer a sua marca.

Avatar Ingrid Marina postou 06/07/2018
toasty