Aplicativos: Quanto custa fazer? Entenda este investimento!

Tecnologia

Aplicativos: Quanto custa fazer? Entenda este investimento!

Para entender o constante aumento do uso de aplicativos, temos que ter em vista a situação mundial recorrente, onde todos estão cada vez mais conectados e à procura de recursos tecnológicos. Nesse cenário, os hábitos dos clientes se transformaram. As pessoas estão mais exigentes, mais bem informadas e o processo de compra agora é ativo. Isso significa que as empresas precisaram se reinventar para garantir o sucesso no mercado.

Entre as inúmeras possibilidades dos meios digitais, o uso de aplicativos tem crescido em larga escala e mudado o comportamento dos consumidores no Brasil. Dessa forma, cresce a importância de as marcas criarem seus próprios apps.

Neste texto, vamos explicar por que as organizações devem apostar nesse tipo de tecnologia e responder quanto custa fazer um aplicativo. Confira!

Razões para investir em aplicativos

Os aplicativos podem apresentar inúmeras finalidades para as empresas. Por exemplo, servir para fortalecer os relacionamentos com os clientes ou apresentar as vantagens de produtos e serviços. Com alguns toques no smartphone, é possível ter acesso à conteúdos ou fechar uma compra.

Sem dúvidas, as organizações que têm “um app para chamar de seu”, criam um diferencial em relação à concorrência. Isso acontece por razões óbvias: os celulares, praticamente, se tornaram extensões dos corpos das pessoas e o consumo por meio desses aparelhos cresce de forma significativa.

Entre as vantagens de apostar em aplicativos, destacamos:

  • Fidelização: A empresa fica mais próxima dos consumidores e ganha mais credibilidade;
  • Engajamento: Os aplicativos têm ainda mais poder de engajamento que as redes sociais, afinal, as pessoas que acessam o instrumento fizeram o download por conta própria;
  • Relacionamento: O aplicativo permite interação direta entre marcas e clientes. O público tende a encarar o negócio como uma referência;
  • Melhor experiência: Os apps permitem que o comprador tenha uma experiência de compra personalizada. As pessoas se sentirão especiais e valorizadas.

Quanto custa fazer um aplicativo

Após conversar com clientes, validar a ideia, encontrar um desenvolvedor, é preciso saber se os valores estão dentro do orçamento da empresa. O valor vai depender do tipo de aplicativo e de vários fatores, como:

  • Quais plataformas serão utilizadas (exemplo: Android e iOS)?
  • Terá login ou carrinho de compras?
  • Os usuários vão interagir com a empresa?
  • O app será bilíngue?

 

Nesse contexto, os valores para o desenvolvimento de um app variam muito. É preciso, principalmente, compreender como ele é desenvolvido. É preciso ter, por exemplo, conhecimentos em design e em criação de software. Por isso, é essencial que você saiba quais as funcionalidades pretende colocar.

Além disso, no que diz respeito à contratação do profissional, existem diferenças, por exemplo, entre um freelancer, uma equipe de desenvolvimento ou uma agência especializada em aplicativos.

Não pense que ter um app é uma realidade restrita às grandes empresas. Cada vez mais, os pequenos e médios negócios estão seguindo essa tendência, uma vez que entendem que uma estratégia eficiente por meio do mobile vai muito além de um site responsivo.

Definitivamente, empresas que têm um aplicativo estão na frente do jogo quando o assunto é avançar a marca para o próximo nível.

E então, o que achou sobre as vantagens e sobre quanto custa fazer um aplicativo? Se você acha que é o momento para a sua empresa investir em um aplicativo, entre em contato com a gente. Estamos preparados para entender as suas necessidades e ajudá-lo a encontrar as melhores soluções para a sua empresa. Até breve!

Delvair Raul Macedo
postou 13/06/2018

© Mentores Digital 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Mentores