Blog
Pesquisa
Bebê branco e loiro, sentado ao na cama com um notebook no colo, no meio de adultos que não aparecem muito bem em meio à escuridão. O bebê está sendo iluminado pela luz do notebook e com uma expressão de surpresa, uma alusão às novidades do Google em relação ao SEO.

Saiba por que a experiência do usuário é o novo SEO

UX User Experience, que significa Experiência do Usuário em português, está relacionada ao conjunto de medidas e/ou adequações dos websites. Essas adequações possuem o objetivo de garantir uma experiência agradável ao usuário durante todo o período de permanência e navegação.

Como os usuários são o bem mais valioso para os mecanismos de buscas, a Google julga relevante que o site ofereça uma boa experiência ao usuário durante o acesso.

Portanto, considera este um dos fatores mais importantes para o rankeamento nos resultados de busca.

A seguir, falaremos quais fatores são considerados pelo Google. Também falaremos quais indicadores mostram se o usuário está tendo uma boa experiência e porque isso é tão importante. Confira!

A importância da experiência do usuário para a Google

A Google vem aperfeiçoando o algoritmo que determina o posicionamento dos sites nos resultados das buscas há mais de 15 ano.

Em abril de 2015, a gigante californiana implementou as medidas anunciadas referentes à penalização dos sites que não estivessem adaptados para exibição em mobile, com a perda de posições. Ela acredita que a experiência do usuário é extremamente importante e ganhou a preferência dentre os critérios de rankeamento.

Mas por quê? Porque o número de buscas e acessos realizados por meio de dispositivos móveis vêm crescendo vertiginosamente. Isso significa que os sites devem estar preparados para serem exibidos em todas as telas, inclusive nos smartphones ou tablets.

Assim, aquele usuário que realizou uma busca a partir do seu mobile consegue visualizar e usufruir de todas as funcionalidades do site na tela do seu celular.

A partir do anúncio, a Google disponibilizou uma ferramenta para testar a compatibilidade com dispositivos móveis. Ela indica se o seu site está ou não com otimização Mobile-Friendly. O seu site passou no teste?

A relação entre a UX e SEO

Nesse contexto, a Google trabalha o seu algoritmo de modo a oferecer, nas primeiras posições, resultados cada vez mais satisfatórios em relação ao que o usuário busca.

Ainda, nisto também estão incluídos os sites que garantam uma boa experiência.

Sendo assim, o SEO compreendia:

  • Otimizações on page – que são os elementos que você pode gerenciar, como o título e os subtítulos, número de vezes em que as palavras-chave aparecem, formatações, imagens renomeadas, URL, etc;
  • Otimizações off page ou link building – são as referências externas que apontam para o seu site, texto âncora, quantidade de links na página, pagerank do site de origem, etc.

E o novo SEO inclui:

  • Experiência do usuário e sinais sociais – que são indicativos de qualidade do site por meio de feedbacks dos usuários que vivenciaram alguma experiência de navegação.

Ou seja, a satisfação do usuário está relacionada a uma série de fatores. Alguns deles são o perfeito funcionamento de todas as páginas internas, agilidade no carregamento e abertura correta de links.

Também contam a aparência, exibição em todas as telas – desktop, notebook ou mobile – conteúdo relevante, formato da apresentação do conteúdo (escaneabilidade), etc.

Quais são os indicadores considerados pelo Google para melhorar a experiência do usuário?

1- Tempo de permanência

A Google considera que um usuário que permaneceu somente por alguns segundos no site não ficou satisfeito com o que encontrou. Isso pode estar relacionado a:

  • Conteúdo irrelevante;
  • Lentidão no carregamento;
  • Ausência de links apontando para conteúdo interno.

2- CTR ou Click-Through Rate

Está relacionado ao número de vezes que o seu site é clicado. Quanto mais clicado, mais relevante ele é com relação aos concorrentes.

3- Mobile-friendly

Também há de se pensar que, se o site não é adaptado para dispositivos móveis, ele não é considerado satisfatório para garantir uma boa experiência ao usuário.

4- Sinais sociais

A Google considera as redes sociais como um importante indicador de relevância e, principalmente, engajamento com a marca. Esse é um fator importante no rankeamento.

5 – Link building

É inegável que a relevância é o segredo para a construção de um link building eficiente.

Em suma, o novo SEO está preocupado com a experiência do usuário e quer garantir a qualidade dos resultados oferecidos nas buscas. Assim, o usuário fica satisfeito.

Com isso, a Google fica feliz com a satisfação do usuário e você conquista posições nos resultados de busca. É assim que funciona.

Gostou do artigo? Então assine a nossa newsletter e receba outros artigos como este, além de novidades e atualizações do site.

Avatar Delvair Macedo postou 01/08/2016
Empreendedor inquieto desde os 22 anos, sou aficcionado pela união do design, tecnologia, marketing e business. Sou Designer por formação e CEO da Mentores Digital. Acredito que o foco no usuário é sempre o melhor caminho.
toasty