Como criar personas: do público-alvo às características e exemplos

Marketing Digital

Como criar personas: do público-alvo às características e exemplos

Muitas marcas pecam na forma como se direcionam ao seu público-alvo, pois não sabem como criar as suas personas. 

Mal elas sabem que toda a sua comunicação deve ser baseada em um target, para assim, ter mais assertividade na mensagem. 

Como saber com exatidão o meu público-alvo?

Você sabe para quem o seu produto ou serviço está destinado? Comece respondendo essa pergunta e, depois, complemente-a com outros detalhes, que serão importantíssimos para te ajudar a definir como, o que e onde falar com o seu consumidor.

São eles:

  • Quais são os hábitos e costumes do seu consumidor?
  • Como ele se comporta e fala?
  • O que pode ser importante para ele?
  • Quais são os seus valores e quais deles podem se encaixar nos valores de sua empresa? 

Quanto mais informações sobre o seu público-alvo, mais fácil será para definir a comunicação com o mesmo. E, um ótimo treino para isso, está em criar personas para a sua empresa. 

O que são personas?

O termo é autoexplicativo: são personagens ficcionais, que representam o seu público-alvo, em uma espécie de “modelo” de quem estará sendo impactado, de alguma forma, pela sua marca. 

Qual a diferença entre persona e público-alvo?

Enquanto o público-alvo é definido por informações generalizadas sobre as pessoas que compram os seus produtos (como idade, estado civil, gênero, formação, profissão, região do país e hábitos de compra), as personas se constrõem com características mais pessoais (como ambições, valores, estilo de vida, hobbies, uma breve história sobre a sua vida e rotina, redes sociais favoritas).

Tendo isso em mente, vamos exercitar? Responda os questionamentos abaixo sobre as suas personas, de acordo com o seu público-alvo: 

  • Homem ou mulher?
  • Qual é o seu nome?
  • Quantos anos tem?
  • Qual é a sua orientação sexual?
  • Qual é a sua escolaridade?
  • Qual é a sua profissão e onde trabalha?
  • Quais são as suas características físicas?
  • O que ela gosta de fazer após o trabalho e durante os finais de semana?
  • Quais são seus hábitos?
  • Quais são os seus hobbies?
  • Qual é seu signo?
  • Tem irmãos?
  • Quais são suas dores com o seu produto?
  • Por que ela usa o seu produto?
  • O que a sua marca pode oferecer para ela?

Pronto! Você acaba de criar a sua persona. Mas, lembre-se: algumas informações só servirão para concretizar em sua mente uma imagem da mesma – o que pode ser muito útil, não é mesmo? 

Além disso, as personas devem bater de fato com o público que consome os seus produtos, pois criar um personagem com hábitos de compras diferentes será irrelevante ao seu negócio. 

A minha marca possui só um tipo de persona?

Não necessariamente. Pode ser que a sua marca possua diferentes tipos de público-alvo e, por mais que pareça desafiador, criar um target extenso é extremamente viável. 

Imagine que você é o dono de um restaurante japonês, o Japa10. Pense em seus clientes e defina os seus personas. Eles não são parecidos com os exemplos abaixo? Confira:

Persona 1: Renato, 36 anos, dentista.

  • Pós-graduado;
  • Possui o seu próprio consultório;
  • Tem uma renda alta;
  • É pai de uma família, composta por sua esposa e dois filhos (de 8 e 13 anos);
  • Gosta de levá-los ao clube nos finais de semana e, após isso, ir ao restaurante japonês para um jantar em família;
  • Frequenta o restaurante Japa10 pois gosta do ambiente e comida típica do lugar e por estar localizada a duas quadras de sua casa;
  • Procura sempre jantar fora com a família nos finais de semana. 

O que o Japa10 pode fazer pela persona Renato?

Criar promoções para família de Renato, com o objetivo de aumentar a sua frequência no restaurante;

Criar promoções para moradores da região, para atrair novos consumidores. 

Persona 2: Helena, 18 anos, estudante de Jornalismo.

  • É filha única e mora com os pais;
  • Tem cabelos compridos e veste roupas tendência da moda;
  • Nos finais de semana gosta de sair com as suas amigas em baladas ou em restaurantes;
  • Gosta de comida japonesa e acredita que o Japa10 é um ambiente propício para boas conversas, acompanhadas de boa culinária;
  • Usa muito as redes sociais, como Instagram e Snapchat, nos quais gosta de postar fotos de sua rotina. 

O que o Japa10 pode fazer pela persona Helena?

  • Disponibilizar Wi-fi grátis para a postagens de fotos e check-ins;
  • Aumentar as suas campanhas em redes sociais, buscando curtidas e divulgação;
  • Apropriar o espaço do restaurante para encontros.

Persona 3: Jefferson, 27 anos, advogado.

  • Intelectual, ele está sempre lendo revistas como Veja, Exame e jornais locais, como Gazeta do Povo, na qual adquire a maioria de suas informações do mundo, visto que passa bastante tempo em seu escritório, com pouco acesso às redes sociais e televisão;
  • Participa de muitas reuniões e está em constante encontros com seus clientes, nos quais gosta de impressionar com escolhas de locais propícios para boas conversas acompanhadas de boa comida;
  • Procura locais de comida boa e preço justo, nas redondezas do trabalho, para almoçar, geralmente acompanhado de seus colegas ou clientes.

O que o Japa10 pode fazer pela persona Jefferson?

  • Criar promoções para o almoço;
  • Apropriar o espaço do restaurante para encontros.

Como você viu acima, o Japa 10 pode oferecer inúmeros benefícios aos diferentes tipos de persona que têm, através de diversas estratégias de marketing e vendas, que vão além do atendimento e comida de qualidade (essenciais para qualquer restaurante).

Por isso, é muito importante prestar atenção em qual perfil mais utiliza os seus produtos ou serviços. A partir disso, é possível montar planos de marketing, como conteúdos que engajam com o seu público; ter um norte de como se relacionar com os seus clientes; qual tom de voz usar e ter insights de como melhorar o seu produto ou serviço.

Sim! Definir a sua persona é bastante fácil e traz informações e resultados importantes para o seu serviço ou produto. Lembre-se de avaliar bem o seu público-alvo e definir objetivamente as características dos seus personagens, para que suas respostas sejam as mais concretas possíveis e permitam uma melhor definição. Pratique, estude o seu target e faça bonito no seu conteúdo!

Delvair Raul Macedo
postou 29/01/2020

© Mentores Digital 2022 - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Mentores