0
         
E-commerce, Tecnologia

Por Delvair Macedo - 12/09/2017

O que é CRO e como isso pode melhorar o desempenho do site?

O termo CRO é a abreviação de “Conversion Rate Optmization” — traduzindo, “Otimização da Taxa de Conversão”. Trata-se de uma forma de melhorar a performance de um site sem a necessidade de aumentar o tráfego.

CRO: Conversion Rate Optmization" — traduzindo, “Otimização da Taxa de Conversão

Um site, além de ser o cartão de visitas de uma empresa, tem outra função muito importante: é por meio dele que o usuário pode deixar de ser um simples visitante e virar um cliente. Mas, para que isso aconteça, é necessário investir em técnicas que ajudem a aumentar a conversão.

Veja um exemplo simples: imagine que um e-commerce faz uma venda a cada 100 visitas, logo, ele tem uma taxa de conversão de 1%. Com boas práticas de CRO — que veremos ao longo do artigo —, essas 100 visitas podem gerar mais vendas, aumentando a taxa de conversão.

Quais são as vantagens do CRO?

O mercado online está cada vez mais aquecido. De acordo com uma pesquisa realizada pela Big Data Corp, entre 2015 e 2016, houve um aumento de 22% no número de lojas virtuais no Brasil.

Diante desse dado, a tendência é que as empresas necessitem investir cada vez mais em SEO e estratégias de marketing digital para se destacar da concorrência.

A vantagem do CRO é potencializar o tráfego que já existe no site, ou seja, evitando mais custos, melhorando a experiência do usuário e aumentando as vendas.

Quais são as melhores práticas de CRO?

Para identificar quais são as mudanças necessárias no site, o primeiro passo é pensar sobre a segmentação dos usuários. Por mais que você tenha um público-alvo definido, nem todos os visitantes podem ter o mesmo perfil.

Uns podem ter caído no site por acaso, outros podem estar pesquisando opções e existem aqueles que já sabem exatamente o que querem comprar. A ideia do CRO é focar a atenção naquelas pessoas que apresentam mais chances de fechar negócio.

Para coletar dados e descobrir o que dá certo para esses usuários, você pode aplicar um teste A/B. Ele é utilizado com frequência por grandes empresas — como Amazon, eBay e Dell.

O teste consiste em criar duas páginas (“A” e “B”), sendo A a versão original e B a opção com as mudanças que serão testadas. As alterações realizadas podem ser várias, como mudanças no design e na usabilidade, inclusão de CTAs, novos formulários, entre outras.

Para que essa avaliação tenha sucesso, é necessário ficar atento(a) a alguns fatores, como a quantidade de tráfego que será direcionado para as duas páginas (que deve ser a mesma) e o número de alterações da versão B. Se forem incluídas muitas mudanças, ficará mais difícil avaliar o motivo de uma página ter mais resultados que a outra.

O ideal é contar com a ajuda de profissionais especializados, que possuem conhecimento de mercado e conseguem trazer resultados comprovados.

Viu como é possível melhorar a conversão do seu site sem aumentar o tráfego? Com a coleta de informações e alguns ajustes, você pode potencializar a experiência do usuário. Neste artigo, explicamos o que é o o que é CRO e como aplicá-lo no seu site.

Ainda tem alguma dúvida sobre o assunto? Compartilhe com a gente nos comentários!

Veja Também