1+
         
Tecnologia

Por Delvair Macedo - 05/12/2016

Como criar um aplicativo para minha empresa?

como criar um aplicativo para minha empresaTire a idéia do papel e veja dicas de como criar um aplicativo para sua empresa, as melhores ferramentas e os métodos mais eficientes para criar aplicativos.

Hoje, muitas empresas precisam de mais do que simplesmente uma presença ativa no meio digital: elas devem apresentar as ferramentas necessárias para um serviço mais eficiente, dinâmico e interativo, prezando sempre pela experiência do usuário. Nesse contexto, contar com um aplicativo pode ser uma excelente opção para se destacar da concorrência.

Muitos aplicativos contam com funções exclusivas, que disponibilizam um diferencial que os outros canais não possuem. Recursos de dispositivos móveis, como mapas, câmera ou push notifications, por exemplo, podem fazer toda a diferença na forma como o usuário se relaciona com a sua marca.

Quer entender melhor a necessidade de compreender as necessidades do seu público para planejar suas ações? Veja no post de hoje algumas dicas sobre como criar um aplicativo e aprenda a direcionar sua estratégia:

 

Defina as funções do aplicativo

design sprint diagrama

diagrama do Design Sprint

Antes de saber como criar um aplicativo, você deve ter uma noção do que precisará para desenvolver seu aplicativo, e isso deve se basear nas suas necessidades, nas necessidades de seus clientes e do mercado de forma geral. Pense, antes de tudo, nas soluções que o seu aplicativo pode oferecer para resolver essas demandas.

Aqui na Mentores utilizamos um método chamado Design Sprint, que é um processo de imersão para de divergir idéias, definir as melhores, prototipar e testar com usuários reais. Esse método foi criado pela Google Ventures, empresa da Google que investe em start-ups como o Uber e o Slack.

A partir desse escopo, é possível moldar um planejamento do que será o app e quais as funções ele oferecerá. Se forem muitas, dê preferência por lançá-lo em fases, começando por uma versão beta (de teste).

Lembre-se de que os aplicativos devem oferecer novas experiências ao usuário, além de uma sensação diferente da web, resultando em maiores oportunidades de envolvimento com a sua marca. Por isso, deixe claro no planejamento o que você deseja de seu aplicativo.

Avalie a sua ideia

Um dos pontos importantes para avaliar se a ideia do seu app é realmente boa é realizando uma boa pesquisa de campo por meio de formulários. Com o SurveyMonkey, por exemplo, é possível criar pesquisas personalizadas de forma gratuita.

Além de uma plataforma para a criação dos formulários, o SurveyMoneky também oferece ferramentas para análise de dados, seleção de amostras, entre outras possibilidades que ajudam verificar as necessidades de mercado.

Para se ter uma ideia, são mais de 25 milhões de usuários e mais de 90 milhões de respostas a questionários mensalmente!

Crie protótipos

Protótipos são a forma mais segura de desenvolver a sua ideia, pois permitem a visualização e avaliação das funcionalidades do app, além de testes práticos com o público. A criação de um protótipo ajuda na familiarização da ideia, permitindo a você avaliar, antes de investir, se ela está de acordo com as necessidades da empresa e do público que irá utilizar o aplicativo.

Para isso, existem hoje algumas opções interessantes, como o Justinmind Prototyper, um software que pode ser instalado em Windows e Mac. Trata-se de uma ferramenta completa, com diferentes funcionalidades, que pode ser testada gratuitamente por 30 dias.

Caso queira criar o protótipo apenas com imagens, o ideal é usar o InVision, uma ferramenta de simulação interativa. Nela, você cria as telas e sobe as imagens jpeg para desenvolver a prototipagem do software.

Escolha os profissionais adequados para desenvolver o aplicativo

Desenvolver um aplicativo é algo complexo, e para que ele seja visto pelo público como confiável, são necessários diferentes profissionais. Nessa lista, inclui-se o UX (User Experience) Designer, o Designer de Interface, o Desenvolvedor, o Analista de Sistemas e o Arquiteto de Software.

Nessa etapa, vale pesquisar o mercado e consultar portfólios antes de escolher sua equipe. Afinal, profissionais pouco capacitados podem comprometer a sua ideia e o funcionamento do app, manchando a reputação da sua empresa e gerando prejuízos.

Atualize-o constantemente

Você pode (e deve!) atualizar seu app sempre que possível. Compare o funcionamento dele ao de um jornal: você não gostaria de ler uma notícia e descobrir depois que o fato aconteceu há dois meses, certo? Pois seus clientes também não.

Por isso, é essencial oferecer novas funcionalidades e manter seu app em constante aperfeiçoamento. A tecnologia faz com que pequenas empresas possam tirar o mesmo proveito que as grandes mesmo sem muitos recursos, mas é preciso muito planejamento e foco para que isso ocorra de fato!

E você, gostou de entender um pouco mais sobre como criar um aplicativo? Então assine a nossa newsletter e acompanhe mais conteúdos interessantes para você e para o seu negócio!

Veja Também