0
         
E-commerce

Por Delvair Macedo - 04/09/2017

4 dicas de e-commerce para ter uma estratégia de alta performance

O setor de e-commerce está crescendo cada dia mais no Brasil. No entanto, essa modalidade de comércio ainda possui uma grande taxa de fechamento: uma pesquisa pela E-commerce Brasil apontou que 45,5% das lojas virtuais são fechadas no país.Isso acontece porque muitas dessas lojas não possuíam um planejamento consistente, algo determinante para o sucesso de qualquer negócio. Otimizar e-commerce é o caminho para o sucesso do negócio e, para isso, é preciso se profissionalizar o máximo possível. Para auxiliar você nesses quesitos, preparamos este post com dicas de e-commerce de como tornar a estratégia de alta performance. Confira!

Como otimizar e-commerce e vencer a concorrência?

Em linhas gerais, um e-commerce demanda ações estratégicas pautadas no desempenho, no mercado e no seu público-alvo, além de precificação favorável que vai dar sustentação ao negócio. Veja quais pontos focar na estratégia:

Meça seus resultados

Você conhece os seus clientes? Sabe quais são seus anseios, suas necessidades, seus hábitos de compra? Se você respondeu não para essas perguntas, está na hora de medir seus resultados.

Para isso, utilize uma ferramenta de mensuração como o Google Analytics, uma ferramenta gratuita do Google que permite saber informações do público do site, como:

  • de onde ele vem (outros sites, buscadores, redes sociais etc);
  • quanto tempo permaneceu no site;
  • qual a sua região;
  • páginas por visitas (quantidade de páginas visitadas de acordo com a sessão);
  • conversões, entre outras.

Com essas estatísticas em mãos, é possível conhecer hábitos dos seus públicos e, a partir deles, traçar objetivos, aperfeiçoar sua estratégia de marketing e definir preços. Todas as decisões são favorecidas, enfim, quando medimos os resultados.

Foque na User Experience

A User Experience (experiência do usuário) envolve todas as sensações e os sentimentos que o seu consumidor tem ao entrar no e-commerce.

Diz respeito a todos os elementos que estão no e-commerce, os quais precisam ser pensados para tornar a experiência de compra a mais proveitosa possível.

Nesse contexto, entram alguns itens como:

  • layout intuitivo;
  • login social, utilizando as informações das redes sociais para evitar o preenchimento de formulários;
  • cores que estimulam a compra;
  • deixar ofertas em evidência;
  • testes A/B para verificar quais os elementos são mais interessantes.

A ideia é estreitar o caminho do consumidor até a finalização da compra, estimulando-o a chegar ao passo seguinte.

Tenha um site responsivo

Design responsivo

Ter um site responsivo significa que o e-commerce deve se comportar bem em qualquer dispositivo, seja ele móvel ou desktop. Só para ter uma ideia, as transações mobile representam 18,8% das vendas em 2016.

Parece ser pouco, mas se avaliarmos os dados de 2011 (0,3% do total), há uma grande evolução. Isso mostra que a loja virtual precisa ter uma estratégia voltada para os smartphones.

Invista em Growth hacking

Growth hacking é uma metodologia que une marketing, desenvolvimento de produtos e a experiência do usuário, cujo intuito é proporcionar uma experiência mais agradável aos clientes a ponto de atrair novos usuários a partir da viralização de conteúdo.

Vamos a alguns exemplos de Growth hacking: o Paypal já ofereceu US$ 10 para as recomendações dos usuários. A ação rendeu alguns milhões de clientes ao Paypal.

O Dropbox usou uma ação semelhante para os usuários que recomendassem o serviço a outras pessoas. Nesse caso, a moeda de troca foi mais espaço de armazenamento, serviço oferecido pelo Dropbox.

A ideia nos exemplos foi aumentar a base de clientes por conta de recomendações, oferecendo recompensas. Contudo, há uma série de ações que podem ser adotadas para otimizar e-commerce.

É aí que entram as informações dos clientes e a utilização, acima de tudo, do fator humano e da criatividade. No mais, boas vendas!

Gostou do conteúdo? Quer continuar acompanhando outras dicas exclusivas como essas? Siga a Mentores nas redes sociais e confira mais novidades sobre marketing em primeira mão!

Veja Também